Entenda o que é empreendedorismo social e como ele contribui para a sociedade

o que e empreendedorismo social

As práticas ESG (sigla em inglês para social, ambiental e governança) são,  atualmente, essenciais para qualquer empresa. Dos movimentos de mercado que representam o S, existe um setor que vem assumindo a liderança. Neste artigo, você vai entender o que é empreendedorismo social e qual é a sua importância.

O que é empreendedorismo social?

O empreendedorismo social cresceu nos últimos anos. De acordo com dados presentes no Mapa de Negócios de Impacto Socioambiental, produzido pela Pipe.Social, os negócios de impacto social positivo aumentaram de 579, em 2017, para 1272, em 2021. Isso representa um crescimento de 219% em cinco anos.

Esse termo diz respeito a uma variante do empreendedorismo, que visa transformar a realidade de pessoas moradoras em comunidades e periferias. Assim, impactam a sociedade positivamente com técnicas, normalmente aplicadas em empresas, tais como gestão, inovação, criatividade e sustentabilidade.

Nesse modelo de negócios, o lucro não é o objetivo principal, mas sim, a repercussão benéfica na sociedade por meio do ativismo social. Dessa maneira, o retorno financeiro acaba sendo consequência desse trabalho e contribui para melhorar a empresa e viabilizar a realização de novos projetos.

Além de saber o que é empreendedorismo social, é pertinente conhecer a sua relevância. Ele é importante porque consegue atender às demandas de populações mais vulneráveis, melhorando a qualidade de vida e o bem-estar das pessoas, aspectos que vão além da relação comercial.

Quais são as principais características do empreendedorismo social?

Existem algumas características que definem o que é empreendedorismo social. Elas ajudam a entender como as iniciativas que adotam esse modelo garantem sucesso.

Inovação

Os negócios que fazem parte do empreendedorismo social já são inovadores por natureza, pois, geralmente, buscam soluções que consigam atender demandas das classes mais populares, que ainda não foram atendidas. 

Essa característica define o que é empreendedorismo social e é essencial para a manutenção e expansão das empresas. Isso porque precisam saber se adaptar constantemente às mudanças frequentes do mercado.

Solidariedade e senso de responsabilidade 

O comprometimento com as causas sociais é fundamental no empreendedorismo social para ele funcionar efetivamente. Para isso, é preciso que aqueles que desejam empreender com esse modelo de negócio sejam éticos e tenham responsabilidade e solidariedade para compreender as necessidades sociais.

Gestão eficiente e ação local

Como toda empresa, as que adotam o modelo de empreendedorismo social também precisam de uma gestão efetiva. Assim, conseguem otimizar processos, mensurar resultados, facilitar o trabalho das equipes e melhorar o planejamento das organizações.

Além disso, no empreendedorismo social é preciso personalizar a sua operação para as necessidades e especificidades de cada comunidade com uma atuação local, inspirando ações em outros locais.

Exemplos de empreendedorismo social no Brasil

Há alguns exemplos de empreendedorismo social no Brasil de negócios nas mais diversas áreas de atuação, como turismo, saúde e meio ambiente. Vale conhecer algumas dessas iniciativas, que vêm fazendo a diferença na sociedade.

Vai Voando

A franquia de agências de viagens Vai Voando vem revolucionando o turismo no Brasil ao permitir que as classes mais populares possam viajar também, democratizando o turismo no país.

A partir da união da Vai Voando e do CEO da Favela Holding, Celso Athayde, em 2013, foram geradas oportunidades de empreendedorismo e crescimento nas comunidades. 

Isso aconteceu porque o empresário e ativista social Celso Athayde também é fundador da Central Única de Favelas (CUFA). Logo, ele levou o modelo de agências de turismo para as comunidades atendidas pela organização.

Instituto Gerando Falcões

Iniciativa pensada por Edu Lyra, o Gerando Falcões possui um ecossistema de desenvolvimento social e econômico direcionado para as comunidades. Ela visa transformar a vida de pessoas pertencentes a diferentes faixas-etárias por meio da educação profissional e socioambiental e acesso ao trabalho e às tecnologias.

PretaHub

A PretaHub é uma plataforma voltada para o empreendedorismo negro no Brasil. Atuando como incubadora e aceleradora de iniciativas, ela oferece capacitação técnica e criativa por meio de cursos e trocas de experiências entre pessoas pretas que empreendem.

Instituto Chapada

O Instituto Chapada de Educação e Pesquisa (ICEP) é uma entidade que trabalha para proporcionar o acesso a todos em uma educação pública de qualidade. Para isso, ela fornece apoio para a formação continuada de gestores de escolas e professores.

Também trabalha na criação de redes colaborativas, oferecendo soluções para organizações privadas e fundações de fomento e financiamento por meio de tecnologia, sustentando o ensino formal e as políticas públicas educacionais.

Boomera

A Boomera é uma organização voltada à sustentabilidade e proteção do meio ambiente. A partir da sua metodologia CircularPack, ela transforma os resíduos difíceis de reciclar em uma linha de produtos com causa por meio de tecnologia, design e cooperativas de catadores.

Com a iniciativa, a companhia está auxiliando que empresas diversas consigam ser inseridas na Economia Circular, a qual visa associar o desenvolvimento econômico a um melhor uso dos recursos naturais, evitando que os resíduos sejam simplesmente descartados no fim do seu uso.

Faça parte do empreendedorismo social com a franquia Vai Voando! 

Desde 2019, quando a Vai Voando tornou-se empresa franqueadora, ela vem possibilitando o sonho de muitas pessoas de empreender e abrir o seu próprio negócio com um investimento inicial total bem abaixo da média do mercado.

Então, se você tem o sonho de ter a sua independência financeira e, após ler sobre o que é empreendedorismo social, se interessou sobre o tema, transforme-se em um dos nossos franqueados.