Descubra o que é check in e como realizá-lo na primeira viagem

o que é check in

Quem nunca viajou de avião sabe como é ruim não conhecer o funcionamento de um aeroporto. Contudo, isso é normal e pode ser resolvido com boas informações. Para te ajudar a se dar bem na sua primeira viagem, entenda o que é check in, o momento mais importante antes de decolar.

O que é o check in?

Apesar de ser escrito em inglês e significar “registro de entrada”, o check-in é um processo bastante simples. Trata-se da confirmação de que você vai embarcar no avião e está ciente dos horários, da poltrona e da cidade de destino. 

Ele pode ser realizado de duas formas: presencial ou digital. É um processo rápido, comum a todos os passageiros e deve ser efetuado obrigatoriamente antes do voo partir. Agora que já sabe o que é check-in, entenda como tudo funciona.

Para que serve o check-in?

É importante entender por que esse processo é padrão em todos os aeroportos brasileiros e internacionais. Ou seja, por que para fazer qualquer viagem aérea, é preciso se identificar horas antes de entrar na sala de espera para embarcar? 

Isso serve como um protocolo que vai confirmar a sua presença no interior do avião. É uma comprovação de que você realmente vai embarcar com as passagens compradas e que possui em mãos as informações do voo. 

Por mais que você já tenha reservado a passagem de avião e enviado todos os dados pessoais, quando estiver no aeroporto, vai ser necessário confirmar as mesmas informações pessoais antes de viajar. Então, como você já entendeu o que é check-in e como funciona, vamos ver, agora, como ele deve ser realizado. 

Onde realizar o check-in?

Porém, como fazer check-in? Essa é uma das principais dúvidas de quem está viajando de avião pela primeira vez. Há duas formas de efetuar a confirmação do seu voo. Uma delas é de modo presencial, no interior dos aeroportos e momentos antes de decolar. A outra é por meio do seu celular, que pode ser feito, inclusive, em casa. 

Check-in presencial 

Assim que chegar ao aeroporto, você precisa encontrar os totens da companhia aérea na qual você comprou as passagens. Eles são semelhantes aos guichês das agências de transporte que encontramos nas rodoviárias. Geralmente, são da mesma cor da companhia e contam com letreiros grandes com o nome da empresa.

Após encontrá-los, basta entrar na fila e se identificar à atendente. Na maior parte das vezes, você deve apresentar um documento com foto, o passaporte ou o RG. Além disso, são exigidos o número do CPF, da reserva contida nas passagens, do telefone e e-mail para contato e outros dados, caso sejam necessários.

No check-in, você ainda pode incluir as bagagens que vão precisar ser despachadas e escolher a poltrona onde deseja se acomodar no avião. Qualquer outra dúvida também vai ser esclarecida pela representante da companhia. No final do processo de confirmação, você vai receber um bilhete com todas as informações do voo.    

Check-in digital

Para aquelas pessoas que gostam de chegar ao aeroporto e ir direto para o portão de embarque, a melhor maneira é fazer o check-in pelo celular. Na maioria das empresas, a opção é liberada 72 horas antes do voo. Os documentos exigidos são os mesmos do processo presencial e tudo por ser feito em questão de minutos.

A vantagem do check-in digital é que você não precisa gastar tempo nos totens das companhias. Quando chegar ao aeroporto, você já vai ter em mãos o número do portão de embarque e da poltrona. Para saber que horas fecha o portão, é importante consultar os painéis espalhados pelo aeroporto assim que chegar lá. 

Uma dica muito pertinente é observar se não houve nenhum erro de digitação na hora de realizar o check-in digital. Confira cuidadosamente o número do documento de identificação, do assento escolhido, o nome completo, a data de nascimento, o e-mail e o CPF. Ao embarcar, eles vão ser conferidos pelos atendentes da companhia.

O que acontece se o check-in não for feito?

Além de não saberem o que é check-in, muitas pessoas desconhecem as consequências de não efetuar esse procedimento básico nos aeroportos. Em casos assim, a passagem pode até mesmo ficar inutilizada. 

Não há como embarcar sem fazer check-in. Imagine que você comprou as passagens, chegou no aeroporto no dia e na hora marcados e foi direto para o terminal de embarque para pegar o avião. Se você não realizou o check-in no aeroporto ou pelo celular, vai ser barrado por não ter confirmado presença no voo.

Há muitos casos, por exemplo, de pessoas que chegaram minutos antes de o avião decolar e o tempo limite para realizar o check-in já havia acabado. Geralmente, o tempo máximo para confirmar o voo é de até uma hora antes do voo. 

Chegue cedo para realizar o check-in presencial 

Por isso, além de saber o que é check-in, outra dica é chegar cedo ao aeroporto. Esteja lá, pelo menos, três horas antes do voo para viagens internacionais e uma hora e meia para viagens domésticas. Se puder, faça o check-in em casa, para evitar problemas no caminho até o aeroporto, como congestionamentos no trânsito. 

Também é importante levar todas as malas que deseja despachar diretamente para um dos totens físicos da companhia aérea em que vai embarcar. Esse processo não pode ser realizado virtualmente e consome um pouco de tempo, já que as malas precisam passar pelo raio-X e receber uma etiqueta de identificação.

Encontre passagem barata e viaje com economia e segurança

Descubra uma nova maneira de viajar com a Vai Voando. Contamos com os melhores preços de passagens aéreas do mercado e organizamos tudo para você. Basta escolher o destino e a data que o resto fica por nossa conta. Também disponibilizamos formas de pagamento especiais, como boletos bancários. Confira!