Saiba o que é empreendedorismo social

Imagem mostra como funciona o empreendedorismo social

O empreendedorismo social pode impactar a sociedade positivamente e transformar a vida das pessoas que vivem em comunidades e periferias. Então, entenda como essa forma de empreender em parceria com empresas e organizações cria oportunidades e gera crescimento nesses lugares. 

O que é empreendedorismo social? 

O empreendedorismo social desenvolve ações e iniciativas para combater a vulnerabilidade social em uma comunidade. Para modificar essa realidade são utilizadas técnicas de gestão, criatividade, inovação e sustentabilidade, normalmente aplicadas em empresas.

Esse modelo de empreendedorismo não está só focado em obter lucros, mas, principalmente, em desenvolver ideias de negócio social em diferentes áreas para gerar renda e impactar a sociedade positivamente. Assim, o retorno financeiro é consequência do trabalho aplicado que beneficia todos os envolvidos.

Dessa forma, empresas com visão ampla priorizam a transformação social e as questões sustentáveis, atuando em parcerias com as comunidades locais e cooperativas. Além disso, identificam os problemas sociais regionais e buscam inovações para mudar essa realidade a longo prazo.

Quais as características do empreendedor social?

Além do foco em promover mudança social, os empreendedores que desejam gerar valor para a sociedade devem atrair público, parceiros e oportunidades de negócio. Conheça, a seguir, algumas características do empreendedor social e as suas principais competências:

Buscar conhecimento sempre 

O empreendedor social deve conhecer o público, a causa que deseja transformar e os desafios que terá ao longo do processo. Ainda, é fundamental aprender como identificar parcerias e oportunidades de negócio, assim como gerenciar empresas, pessoas e aplicar ações que resolvam os problemas sociais locais.

Desse modo, investir em conhecimento é importante ferramenta para estar à frente do empreendedorismo social, criar projetos inovadores e estabelecer parcerias de sucesso para trazer resultados positivos.

Ter iniciativa e espírito inovador

Além de ter conhecimento, o empreendedor precisa compreender a necessidade de inovar para desenvolver ideias de empreendedorismo social. Afinal, encontrará diversas barreiras para solucionar os problemas da comunidade e precisará criar alternativas para solucioná-los.

Então, é fundamental estar sempre atento aos acontecimentos e estar disposto a conversar com outras pessoas para conhecer a realidade a ser transformada. Assim, a partir da percepção dos problemas a sua volta, é possível desenvolver soluções para atender às necessidades sociais nas comunidades.

Ter senso de responsabilidade e solidariedade

Para o empreendedorismo social funcionar, é preciso contar com empreendedores éticos e determinados a combater as desigualdades sociais. Responsabilidade e solidariedade são qualidades essenciais para esse profissional, pois só assim é possível compreender as necessidades e, então, fazer a diferença.

Esse modelo de empreendedorismo, bem como o tradicional, pode gerar lucros para os donos e sócios, mas a ideia principal é ser solidário e empático para transformar a vida de pessoas em situação de vulnerabilidade.

Conheça o empreendedorismo social Vai Voando

Existem vários exemplos de empreendedorismo social que estão transformando a realidade das comunidades e periferias. A Vai Voando, por exemplo, possui parcerias com empreendedores para gerar empregabilidade, investimentos e inclusão no setor turístico.

Parcerias com empresas e organizações

Em 2013, a Vai Voando e o CEO da Favela Holding, Celso Athayde, tornaram-se parceiros. A partir dessa união, o empresário e ativista social levou o modelo de agências de turismo para as comunidades atendidas pela Central Única de Favelas. 

A CUFA organização fundada por Athayde promove atividades na área de lazer, esportes, educação, cultura e cidadania, além de outros projetos sociais nas favelas.

A parceria entre o empresário e a Vai Voando não só permitiu que as classes populares viajassem, mas também gerou oportunidades de empreendedorismo e crescimento nas favelas. 

Além desse projeto, este ano, a Favela Holding se tornou sócia da rede de franquias da empresa. Essa sociedade tem o objetivo de ampliar ainda mais o empreendedorismo, a inclusão e a acessibilidade ao turismo. Dessa forma, pode gerar mais empregos, renda e crescimento na região.

Patrocínio e apoio ao projeto Taça das Favelas

O projeto Taça das Favelas torneio esportivo promovido pela Central Única de Favelas conta com o patrocínio da Vai Voando desde a segunda edição. O objetivo dessa ação é incentivar a integração social e a prática de esportes nas comunidades.

Em 2017, a empresa premiou os ganhadores do campeonato de futebol, levando a equipe masculina e a feminina para conhecer o Centro de Treinamento do São Paulo e assistir ao jogo entre Corinthians e São Paulo.

O campeonato de Futebol de Favelas do Brasil já contou com mais de 100 mil jovens, em que meninos de 14 a 17 anos e meninas a partir dos 15 anos podem participar. A meta desse projeto é mobilizar cada vez mais a cidadania e a inserção social, permitindo que jovens talentos participem de eventos esportivos.

Outros tipos de empreendedorismo social

Uma empresa pode implantar inúmeros projetos para transformar a sociedade. Isso pode ser feito por meio de inclusão digital e espaço cultural nas comunidades, distribuição de saneamento básico, atendimento médico e psicológico acessível para a população carente, além de artesanato e reciclagem.

Porém, se você se identifica com o setor de turismo, pode investir no empreendedorismo social da Vai Voando. Dessa maneira, você recebe todo o apoio necessário para se tornar franqueado e gerar oportunidades para combater a desigualdade social nas comunidades e periferias!